A Serra do Japi pertence à ultima faixa de mata atlântica, é conhecida também pela forma em que a vegetação cresce nas rochas e em solo ácido.

A viagem foi tranquila, para integração de Rogério, Edson e Cris.
Esse passeio teve integração com outro grupo de pessoas que moram na região, por não terem costume em fazer trilhas a jornada foi mais tranquila e sem desafios.
Valeu a pena ter tomado banho de cachoeira para lavarmos a alma.
Após subirmos ao mirante, nos deparamos com a paisagem urbana se aproximando da serra, o que não é nada agradável de se ver e traz preocupações com o destino daquelas terras.

Agradecemos Gerson Luz que nos guiou e explicou sobre a vegetação local, além da geografia e por ter nos levado para conhecer a Cachoeira Paraíso e o Mirante.

Contato do Gerson:
gerluz@bol.com.br ou no facebook

Algumas fotos:

Se quiser ver mais fotos desse, acesse aqui


Avatar

Rodrigo Hortenciano

Designer gráfico, com MBA em Marketing, atuando atualmente com como analista de mídias sociais. Sempre que possível gosto de fazer uma trilha, acampar, ou viajar para algum lugar longe da muvuca e geralmente gastando bem pouco ;)

2 comentários

Avatar

Rodrigo · 23 maio, 2016 às 8:38

Bom dia Wagner!

Procurei nos meus e-mails da época e achei essa informação:

“Seguir pela Rod. Anhanguera sentido interior até a saida 58B, continuar no fluxo do trânsito, passar por de baixo da Rod. Anhanguera. Logo em seguida terá a rotatória, seguir por ela até a indicação Bairro Malota, seguir neste sentido, entorno de 800m haverá uma padaria(pão nosso) que é o nosso ponto de encontro.”

Atenciosamente,
Rodrigo Hortenciano

Avatar

Wagner Rocha · 21 maio, 2016 às 11:36

Bom dia

Esse endereço não está mais ativo no google, poderia passar as coordenadas novamente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *