No dia 20 de novembro de 2019, fomos fazer a trilha da Ferradura de Paranapiacaba.

Esta é uma rota bem legal para quem busca um pouco de desafio, pois o trajeto oferece uma série de obstáculos e trechos bem escorregadios. Porém é uma rota repleta de cachoeiras!

A trilha da Ferradura tem início pela Rua do Gasoduto e para chegar lá é bem fácil. Basta pegar um ônibus em Rio Grande da Serra e informe ao motorista que deseja descer no ponto do Gasoduto.

Para ajudar, você pode seguir o nosso tracklog:

No dia que fomos, havia muita neblina e não foi possível contemplar toda a beleza da Ferradura de Paranapiacaba. Então essa é uma rota que possivelmente voltaremos a fazer.

Importante: Comece a caminhar cedo!

Apesar do trajeto ter em torno de 10 km, por se tratar de uma trilha com muitas caminhos bastante acidentados, o tempo de caminhada pode variar para cada um.

Começando cedo, você também terá a vantagem de poder aproveitar melhor as cachoeiras da região.

Nós começamos a caminhada pouco antes das 9h e terminamos às 15h30. Tanto a nossa amiga Roms, como a Rosana e eu, temos um bom ritmo e estamos bem acostumados à trilhas acidentadas.

#Dica: procure usar um calçado de cano longo que proteja seu tornozelo. Desta forma, poderá evitar possíveis torções. (Não leve em consideração a Rosana ou a Roms que fizeram de chinelos, pois elas estão muito acostumadas).

#Dica: Leve uma corda de 5 a 10 m. Como já citei, existem trechos bem escorregadios e acidentados, então uma corda de apoio será muito bem vinda. 

Importante: Esteja sempre atento à previsão do tempo!

Por se tratar de um trajeto de rios e cachoeiras, existe o risco de cabeça d’água em caso de chuvas torrenciais. Então planeje sua ida com segurança!

Procure ir com a certeza de tempo firme ou chuva fraca (com chuva tudo fica bem mais escorregadio).

Para ilustrar esse post, gravamos esse vídeo bem legal!

E você pode acompanhar  a gente, se inscrevendo em nosso canal, pois nem todas as trilhas, acabam parando aqui no blog, mas no geral, vão parar no youtube. 🙂
Então, inscreva-se!

Seguem também algumas fotos do trajeto:

Bom, é isso! Esse post foi bem curtinho, pois preferi focar nas dicas para o trajeto!

Espero que tenham gostado! Qualquer dúvida, pode deixar nos comentários!

 


Avatar

Rodrigo Hortenciano

Designer gráfico, com MBA em Marketing, atuando atualmente com como analista de mídias sociais. Sempre que possível gosto de fazer uma trilha, acampar, ou viajar para algum lugar longe da muvuca e geralmente gastando bem pouco ;)

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *