O Parque Ecológico Perequê, está situado na região de Cubatão-SP.
O acesso é feito por uma estrada marginal na altura do km 4 da Rodovia Cônego Domênico Rangoni, sentido Cubatão – Guarujá.

Mapa a partir de São Paulo:

A trilha para a Cachoeira do Perequê foi conduzida por Paulo Azevedo, amigo de outras trilhas com Rogério Felix.
O local é muito frequentado pela população local, isso seria ótimo se os frequentadores respeitassem o lugar.

– É possível encontrar lixo durante a trilha como garrafas pet ou de vidro, até mesmo partes de vestuários.
– A segurança do parque também é ruim.  É comum haver relatos de carros arrombados ou vidros quebrados com bens subtraídos e até mesmo o estepe do carro. Então se possível, peça para alguém levar ao local e combine um horário para a volta ou vá de ônibus.

A paisagem em si, é muito bonita e tem cachoeiras muito legais, que formam lagos e possibilitam nadar.

O percurso apresenta um pouco de dificuldade para quem não está acostumado fazer trilhas em terrenos acidentados com rochas, raízes e pedras escorregadias, porém todos os integrantes fizeram a trilha sem problemas.

Fomos até a cachoeira do Perequê, que possui cerca de 80m de altura, ficamos um bom tempo admirando e depois subimos por terra até seu topo, onde existe um grande lago, lá ficamos por cerca de 1h, onde nadamos, descansamos e tivemos momentos agradáveis.
Apesar dos pontos negativos citados no início desse, a trilha vale muito a pena, é um lugar muito bonito e que merece maior conservação.

Fotos por Rodrigo Hortenciano, Edmar Araújo e Rosana Ribeiro. (Álbum completo aqui)


Avatar

Rodrigo Hortenciano

Designer gráfico, com MBA em Marketing, atuando atualmente com como analista de mídias sociais. Sempre que possível gosto de fazer uma trilha, acampar, ou viajar para algum lugar longe da muvuca e geralmente gastando bem pouco ;)

6 comentários

Avatar

Rober · 24 agosto, 2017 às 18:48

Olá, gostaria de saber se é tranquilo ir acampar lá

    Avatar

    Rodrigo · 25 agosto, 2017 às 11:09

    Olá Rober!
    Não sei se é permitido, mas também não é seguro.

    Abraços!

Avatar

online pharmacy · 27 fevereiro, 2017 às 8:36

Fastidious answers in return of this matter with firm arguments and explainkng the whole thing regarding that.

Avatar

Alinne Branco · 26 março, 2015 às 19:09

Olá, sou Alinne, morada da baixada santista. Estou fazendo um trabalho sobre espaço público e me interessei a respeito dessa cachoeira do Pereque e gostaria de saber quais melhorias vocês acham que precisa haver lá?

    Avatar

    Rodrigo · 27 março, 2015 às 8:29

    Olá Aline tudo bem?

    Espero que seu trabalho não seja apenas acadêmico, mas que tenha resultados positivos reais no local.
    O local é muito frequentado por vários tipos de pessoas e de perfis diferentes.
    Existem desde os moradores locais que vão apenas para fazer um churrasco e passar o dia com a família, moradores e turistas que vão para curtir a cachoeira e trilheiros independentes como a gente, que já está acostumado à atividade na natureza.

    1° de tudo precisa investir em infraestrutura, ou seja, dar uma reformada no local e melhorar o que já existe, como espaço para churrasco, banheiros, coleta de lixo (latas para orgânicos e recicláveis)

    2º e mais importante na minha opinião, é melhorar a segurança do lugar. Existem muitos relatos de assaltos e carros arrombados no local.
    Infelizmente a área onde é reservada para churrasqueiras é frequentada por um público que vive às margens da sociedade, não é a maioria, mas esses poucos acabam destruindo a imagem dos frequentadores locais.

    3° investir em educação ambiental e visitas monitoradas para a população local e escolas.

    4º Cobrar entrada com um valor simbólico de R$ 5 para ajudar manter a estrutura bem como restringir acesso de quem vai apenas para cometer pequenos crimes, porém a entrada pode ser de 50% para moradores locais.

    5° Para pessoas ou grupos, que pretendem fazer a trilha para a cachoeira do Perequê, sem a contratação de um guia, deve-se cobrar R$ 10 e assinar um termo de responsabilidade, assumindo os riscos de acidentes e isentando o parque de qualquer responsabilidade, para que esse não sofra ações na justiça de má fé do usuário, porém o parque deve atender qualquer chamada de socorro e ajudar nas situações de emergência.
    Para isso, é preciso pagar a taxa na entrada e levar consigo a autorização do parque.

    6° Colocar guarita na entrada da trilha e próximo à cachoeira. Estas além de servir para ajudar a restringir o acesso de maus usuários e clandestinos, ajudará em situações de emergência solicitando ajuda por rádio, bem como poderá existir alguns equipamentos para primeiros socorros, tais como:
    Talas, macas, faixas, imobilizador para cabeça e pescoço e desfibrilador.

    Espero ter ajudado!
    Boa sorte ao trabalho e esperamos que o parque tenha melhorias 🙂

    Abração!

    Avatar

    Fabiana · 22 fevereiro, 2016 às 19:24

    Ativar o parque os banheiros estão desativados muitos roubos onde tinha quiosques agora ta abandonado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *